29/05/2015

Resenha - Verme! (Parceria Jim Carbonera)

Eu confesso que sempre tive preconceito com autores nacionais. Minhas prateleiras sempre foram lotadas de livros, mas de autores renomados internacionalmente, ganhadores de Pullitzer's e prêmios internacionais. Até que conheci Verme! Um livro nacional,  de história simples, mas que me surpreendeu com questões existenciais extremamente complexas e inteligentes.

Preço: R$ 27,00
Autor(a): Jim Carbonera
Editora: Boêmia Gaúcha
Páginas: 200

Rino é um homem comum, com uma vida extraordinariamente confusa. Seus dias se resumem a festas com os amigos, cigarros, bebidas, reflexões e pensamentos filosóficos. O protagonista possui uma forma de ver o mundo que faz o leitor refletir bastante sobre várias temáticas.

A escrita de Jim é uma das melhores que já experimentei, sem rodeios, o autor fala o que dá na telha de forma natural e sucinta. Através dos diálogos é possível notar a irreverência e sinceridade da protagonista, que tem uma opinião sobre tudo e todos.

A história se desenvolve na cidade de Porto Alegre, Rino, um escritor que sofre de bloqueio criativo e que não consegue sair da casa dos pais, narra a convivência na cidade, sua rotina, desejos e atos sexuais.

Verme! é realista, sádico, brutal e singular. Os personagens são verossímeis, os acontecimentos surpreendentes, o romantismo é presente, mas Rino fala de forma escrachada  e ainda existe um pequeno mistério deixado na trama, que não é solucionado nesse volume.

O segundo volume de uma coleção ainda não finalizada. O primeiro se chama Divina Sujeira, você pode ler mais sobre ele clicando aqui. Mesmo tendo um livro antecessor é possível ler apenas o Verme! e mesmo assim, compreender todos os acontecimentos.
Para ler mais sobre o autor, acesse o portal Jim Carbonera, lá você encontrará as sinopses dos livros, capas, fotos e muito mais!

Verme! debate vários temas interessantíssimos, DST's, homossexualidade e machismo são apenas algumas das vertentes questionadas (ou praticadas) por Rino. A obra contém várias cenas sexuais, mas se o leitor não se incomoda com isso, Verme! será uma leitura maravilhosa.



0 comentários: