09/11/2015

Resenha: Casa de Praia com Piscina

Marc é um médico de celebridades e cumpre sua função com extrema frieza. Não sente afeição por seus pacientes e não se envolve com nenhum deles, até que conhece Ralph Meier e sua sedutora esposa, Judith. Meses depois, o médico, sua esposa e filhas vão para a casa de praia com piscina do ator, para aproveitar as férias, mas quando Ralph Meier morre, Judith acusa Marc de assassinato e o mundo agradável do médico rui completamente.

Preço: R$ 39,90
Autor: Herman Koch
Editora: Intrínseca
Páginas: 336

Nunca havia experimentado um romance que envolvesse medicina e thriller psicológico. Herman Koch consegue fornecer diversas informações sem deixar Casa de Praia com Piscina assumir uma fachada de  livro acadêmico. O protagonista lembra de um dos seus professores da faculdade e geralmente traz excertos das palestras ministradas, essas aulas são com certeza uma das melhores características da obra.

Não espere por um protagonista inocente, fiel e carinhoso. Marc é frio, sarcástico e um pouco perigoso. Em alguns capítulos é impossível não sentir repulsa pelas descrições dadas pelo médico. A narração é feita em 1° pessoa e deixa o leitor conhecendo os acontecimentos pela visão de Marc. É fácil lembrar-se de Dom Casmurro, pois em vários trechos é muito difícil de acreditar em tudo que  Marc fala que vê.

Cheio de sarcasmo, críticas e sentenças ácidas. Casa de Praia com Piscina é um suspense instigador. Sua leitura é rápida e simples. O autor consegue estimular o leitor a cada página com mais perguntas, mistérios, crimes e conflitos internos. Herman Koch insere coadjuvantes que possuem seus próprios segredos e pecados, muitos são imprevisíveis e as pistas para descobri-los são discretas e muito inteligentes.

Abordando temas polêmicos como pedofilia, adultério e homicídio. Casa de Praia com Piscina é com certeza um dos melhores suspenses publicados no Brasil, seu protagonista frio e calculista consegue convencer os leitores e manter a trama interessantíssima.

0 comentários: