02/08/2016

Resenha (Book Review): Harry Potter and The Cursed Child - Parts one and Two

Oito anos se passaram desde que a cicatriz do Menino que sobreviveu parou de doer. De 2007 até 2016 os fãs de Harry Potter esperaram ansiosamente pelo anúncio de um novo livro, mas foi apenas no fim de 2015 que os rumores sobre uma peça teatral baseada na saga foram finalmente confirmados. Harry Potter and The Cursed Child é uma transcrição exata do roteiro dessa peça, então vale ressaltar que não se trata de uma novelização da trama e sim de um roteiro na íntegra.

*Todos os comentários, críticas e ressalvas foram feitos baseando-se na leitura do exemplar internacional em inglês, a edição brasileira será lançada no dia 31 de outubro, pela editora Rocco.

Preço: R$ 79,00 (Edição internacional)
Autor: J. K. Rowling, Jack Thorne, John Tiffany
Editora: Arthur A. Levine Books
Páginas: 320

Cursed Child narra qual o impacto que a infância de Harry Potter tem na vida de seu filho Alvo Severo, alternando entre uma trama dinâmica e criativa, mas com algumas imperfeições e flashbacks de Harry, já conhecidos pelos fãs do mundo inteiro. Harry e seu filho Alvo são os grandes protagonistas da história, mas alguns personagens roubam a cena como o jovem Scorpius Malfoy que indubitavelmente é o melhor personagem de toda a obra e um grande adicional para o universo fictício.

É extremamente gratificante ver aqueles personagens que tanto amamos crescendo, construindo suas carreiras e comandando famílias, o arco dos personagens clássicos (Harry, Rony, Gina, Hermione e Draco) peca bastante na dramaticidade, mas consegue se sustentar com um humor agradável, situações inusitadas e até românticas. Porém, aqueles que possuem uma química quase assustadora são os jovens Scorpius e Alvo Severo. Os dois sustentam a trama com total maestria e são cheios de carisma (principalmente Scorpius).

O enredo de Cursed Child é criativo, mas um pouco previsível, no entanto, esse defeito é quase completamente esquecido devido aos acontecimentos nostálgicos. Além disso, o livro brinca com uma pergunta que todos os fãs de Harry Potter já fizeram. "mas e se..." é a frase que explica tudo que acontece e que motiva os protagonistas. O livro é cheio de referências dos outros livros de Potter e possui muitas semelhanças com O Prisioneiro de Askaban e vários trechos de O Cálice de Fogo, mas ao mesmo tempo possui uma identidade e foco em sua história particular.

No entanto, Cursed Child possui defeitos, as soluções para alguns problemas são cômodas demais e não passam credibilidade. Além disso, alguns momentos contrariam muito do que se conhecia na saga Harry Potter. Mesmo com esses defeitos graves a obra mantém um nível de qualidade aceitável, mas a pergunta que deve ser feita é se Cursed Child é uma história necessária ou se só foi escrita para conseguir vender exemplares ao redor do mundo.

Divertido, nostálgico e com mensagens sobre amizade, família e perdão, Cursed Child é um livro desnecessário para a saga Harry Potter, mas que possui uma identidade concreta, personagens inovadores e cativantes. É uma leitura dinâmica, cheia de reviravoltas e revelações chocantes sobre o mundo mágico. Mesmo não sendo perfeito, deve ser lido por todos aqueles que amam a saga e que desejam saber mais sobre os personagens com quem cresceram.

Um comentário: